Glossário

All | A B C D E F G H I M N O P S U
Existem 30 itens neste diretório.
Assinatura
Uma combinação digital das chaves públicas e privadas que provam que uma determinada transação se originou de um endereço em particular.

Ataque de 51%
Uma condição em que mais da metade do poder computacional na rede de uma criptomoeda é controlado por um único minerador ou grupo de mineradores. Em teoria, esta quantidade de poder computacional tornaria esse ou esses indivíduos a autoridade na rede, dando a ele ou eles o controle completo sobre a rede, incluindo poderes de interromper transações, enviar as mesmas moedas várias vezes e impedir que outros mineradores validem novos blocos.

Blockchain
Blockchain é uma estrutura de dados que permite criar um registro ou livro-razão digital das transações realizadas, tornando possível o compartilhamento destas informações através de uma rede descentralizada de computadores. A blockchain faz uso de criptografia para permitir que cada participante da rede possa manipular estes registros de uma maneira segura, sem a necessidade de uma autoridade central no controle desses acessos. Uma vez que um bloco de informações é registrado no livro-razão da blockchain, é extremamente dificil modificá-lo ou removê-lo. Quando alguém deseja adicionar um registro (o que acontece ao efetuar uma transferência, por exemplo) os participantes da rede, que possuem uma cópia de todos estes registros, rodam algoritmos que avaliam e verificam a validade da transação proposta. Se um número considerável de participantes confirmam a validade da transação (a transação confere com o histórico da blockchain), então a nova transação é aprovada e um novo bloco é adicionado à blockchain. A este processo nós damos o nome de mineração. Existem diferentes configurações de blockchain. A blockchain do Bitcoin, por exemplo, é pública e livre, o que significa que qualquer pessoa pode participar e contribuir para o seu livro-razão. Muitas empresas também estão adaptando blockchains privadas nas suas operações, onde somente usuários com permissão podem acessar e modificar os registros.

Bloco
Blocos são os arquivos nos quais as informações relacionadas às moedas são armazenadas permanentemente. Um bloco armazena as transações mais recentes que ainda não foram arquivadas em nenhum bloco anterior. Assim, um bloco pode ser comparado à uma página de um livro-razão. Uma vez gravadas no bloco, as informações sobre uma transação não podem ser alteradas nem removidas.

Bloco Gênesis
É o primeiro bloco originado em uma blockchain. É identificado pelo valor de 0. Muitas vezes, o Bloco Gênesis contém uma mensagem de texto de autoria dos desenvolvedores da moeda. O Bloco Gênesis do Bitcoin, por exemplo, contém a mensagem “The Times 03/Jan/2009 Chancellor on brink of second bailout for banks" (Chanceler no limiar de segundo resgate para os bancos), uma notícia do dia de lançamento do Bitcoin que demonstra a indignação de Satoshi Nakamoto para com a relação entre banqueiros e políticos.

Carteira
Um método para o armazenamento de bitcoins. A carteira guarda as chaves privadas associadas com os endereços de bitcoin. A blockchain, por sua vez, é o registro das quantidades de bitcoins associadas a estes endereços.

Consenso
Por definição, o Bitcoin não possui uma autoridade central que analisa e confirma as transações. Em vez disso, todas as transações são executadas automaticamente pelos computadores conectados à rede do Bitcoin. Uma vez que computadores suficientes confirmem uma transação, chega-se a um consenso, e a transação é confirmada e adicionada a um bloco. Em geral, este processo costuma levar cerca de 10 minutos para o Bitcoin.

Criptografia
É o nome dado ao uso da matemática para a criação de códigos e cifras que podem ser usados para ocultar ou proteger informações.

Criptomoeda
Uma forma de dinheiro baseada exclusivamente na matemática. Em vez de ser emitida ou impressa, como as moedas fiduciárias, as criptomoedas são produzidas através da solução de problemas matemáticos baseados em criptografia.

Dificuldade
A dificuldade de mineração de uma moeda determina o quão difícil é a geração de um novo bloco. Essa dificuldade é expressa pelo número de tentativas necessárias para se encontrar a resposta correta para o enigma durante a mineração, bem como para completar um bloco de transações. Logo após o lançamento do Bitcoin em 2009, por exemplo, a sua dificuldade de mineração era de 1. Ao final de 2010, já ultrapassava 15.000. Em 2016, a dificuldade de mineração é próxima a 200.000.000.000.

Endereço
Endereços são usados para receber e enviar bitcoins e altcoins através de suas redes. Geralmente, é composto por uma série de letras e números aleatórios. No Bitcoin, o endereço também cumpre o papel de chave pública usada pelos usuários da moeda para assinar digitalmente suas transações.

Exchange
Nome dado às empresas que convertem bitcoin e altcoin em outras moedas.

Faucet
Uma faucet é um website que distribui pequenas quantidades de bitcoin ou outras criptomoedas gratuitamente. A razão para a distribuição pode ser a divulgação de uma nova altcoin, mas na grande maioria das vezes, é apenas um pretexto que os donos destes websites usam par atrair visitantes e lucrarem com anúncios em suas páginas.

GPU
Abreviação de Graphical Processing Unity. Um chip de silicone desenvolvido especificamente para cálculos computacionais complexos necessários para renderizar milhões de polígonos em jogos digitais modernos. Também são apropriados para os cálculos realizados na mineração de criptomoedas.

Hash
Quando um bloco de transações é gerado, os mineradores captam a informação no bloco e aplicam uma fórmula matemática à ela, tornando a informação algo diferente. Esta nova informação é muito menos extensa, e consiste numa série aparentemente aleatória de números e letras, conhecida como hash. Uma hash é arquivada ao final de seu bloco na blockchain.

Hashrate
Hashrate é a unidade de medida do poder de processamento usado na mineração de criptomoedas. É geralmente expressa em gigahertz por segundo (Ghz/s).

Input
Indicação de onde um pagamento em bitcoins se originou. Geralmente, será representado pelo endereço da carteira.

mBTC
Um milésimo de bitcoin (0.001 BTC).

Mineração
Mineração é o processo através do qual as transações são verificadas e adicionadas a uma blockchain, e também o meio pelo qual algumas criptomoedas, entre elas o Bitcoin, são liberadas. Qualquer pessoa com acesso a internet e equipamento apropriado podem realizar a mineração de criptomoedas. Para o Bitcoin, o processo de mineração envolve a compilação das transações recentes em blocos e a tentativa de solucionar um enigma computacional complexo. O participante que resolver o enigma primeiro é o responsável por adicionar o novo bloco na blockchain e receber a recompensa. A recompensa, que incentiva a mineração e mantém a blockchain funcionando, consiste das taxas de transações bem como de novos bitcoins recém criados.

Node
Um computador conectado à rede Bitcoin usando um cliente que transmite as transações.

Output
O destino de uma transação de criptomoedas. Pode existir mais de um output para uma única transação.

P2P
Peer-to-Peer (P2P) são transações descentralizadas que acontecem diretamente entre pelo menos duas partes diferentes, eliminando a necessidade de agentes intermediadores.

Pool
Um conjunto de mineradores que mineram blocos em grupo, dividindo a recompensa pela mineração conforme a capacidade de processamento computacional de cada um.

Pré-mineração
A mineração de uma criptomoeda pelo seu criador antes do seu anúncio. É uma técnica muito usada pelas scamcoins, mas não quer dizer que toda criptomoeda pré-minerada seja uma scamcoin.

Proof of Stake
O mecanismo de Proof of Stake (PoS) foi criado como uma forma de minimizar o impacto ambiental causado pela mineração de bitcoins, baseado no sistema de Proof of Work (PoW). Ao contrário do PoW, o mecanismo de PoS não requer a realização de cálculos computacionais intensivos em energia durante a mineração. Ele depende que os usuários de uma moeda mantenham as suas carteiras em execução para manter a blockchain segura. Dessa forma, as criptomoedas baseadas em PoS são muito mais eficientes no consumo de energia, e podem oferecer transações mais ágeis.

Proof of Work
Proof of Work é um sistema que fixa a capacidade de mineração ao poder computacional. Os blocos precisam , o que é em si um processo simples. No entanto, uma variável é adicionada, a fim de tornar o processo de mineração mais difícil. Quando um bloco é gerado, o processo de criação deve necessariamente ter consumido tempo e poder de computação. Assim, um bloco gerado é considerado Proof of Work.

Pump and Dump
É o processo de inflação artificial do preço de um bem que foi produzido ou adquirido a um custo baixo em altas quantidades. Isso se dá geralmente através de publicidade agressiva e falsas informações. A publicidade gerada leva outras pessoas a adquirirem este bem, aumentando a demanda e consequentemente o preço (pump). Quando o valor encontra-se alto o suficientemente, o responsável pela inflação vende estes bens em sua posse (dump), o que força o preço para baixo e prejudica a todos outros proprietários desde bem.

Satoshi
A menor unidade de um bitcoin disponível atualmente (0.00000001 BTC).

Scamcoin
Uma altcoin criada com o único propósito de gerar dinheiro para o seu criador. Geralmente combinam técnicas de pré-mineração com pump and dump.

uBTC
Um microbitcoin (0.000001 BTC).