A Coréia do Sul já é uma força importante no mercado de criptomoedas. Uma série de anúncios recentes também poderia colocar o país asiático no caminho de se tornar uma potência de transações com criptomoedas.

Um relatório do Korea Times afirma que a Bithumb, maior bolsa de criptomoedas do país, e a Pay, uma provedora de serviços de pagamento móvel, firmaram um acordo de parceria para permitir transações em 6.000 estabelecimentos comerciais em todo o país até o final do primeiro semestre deste ano. A Bithumb também tem uma parceria com a Yeogi Eottae, a maior plataforma de reservas de hotéis da Coreia do Sul. Com esse acordo, os clientes podem realizar transações usando criptomoedas no site.

O objetivo, segundo um porta-voz da Bithumb, é “garantir que as moedas criptográficas sejam tão fáceis de usar quanto o dinheiro fiduciário ou dinheiro vivo”. O gigante da internet da Coréia do Sul também integrou os pagamentos com criptomoedas para 12 mil comerciantes em sua plataforma. Coletivamente, a integração de criptomoedas na economia convencional poderia ajudar a reduzir a receita do governo na forma de impostos sobre transações.

O recente conjunto de anúncios vem após uma mudança de atitude por parte de autoridades do governo no início deste ano. Por exemplo, um funcionário do governo ameaçou proibir ofertas iniciais de moeda (ICOs), mas a legislação referente à proibição não foi aprovada. Em fevereiro, Choe Heung-Sik, governador do Serviço de Supervisão Financeira do país, disse que aceitaria “transações normais” usando criptomoedas.

Embora o status legal de criptomoedas na Coreia do Sul ainda não esteja claro, os reguladores do país concentraram seus esforços principalmente na prevenção de seu uso em atividades criminosas. Seus regulamentos tornam obrigatório que as exchanges cumpram as leis contra lavagem de dinheiro.

Será que faz a diferença?

No ano passado, o comércio de criptomoedas explodiu na Coréia do Sul. Em determinado momento, o país foi responsável por uma grande fatia das negociações em três das cinco principais criptomoedas mais valiosas.

Um exemplo de seu peso nos mercados de criptografia foi demonstrado em janeiro passado, quando os preços do XRP da Ripple caíram depois que o coinmarketcap.com, um site que fornece uma média de preços de criptografia agregados de várias trocas, excluiu as exchanges sul-coreanas de seus cálculos sob o motivo de estarem empurrando o preço do token muito acima da média em que é negociado em outras exchanges.

Esses desenvolvimentos levaram alguns a concluir que a Coréia do Sul pode se tornar o primeiro país movido a criptomoedas no mundo.

Mas o comércio especulativo de criptomoedas é diferente de usá-las para transações diárias. A decisão da Coréia do Sul de promover a adoção generalizada de criptomoedas é semelhante à de seu vizinho Japão, que legalizou as criptomoedas recentemente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome