O preço do bitcoin tende a espelhar o interesse das pessoas na criptomoeda. O nível de buscas do Google, por exemplo, oferece uma correlação quase perfeita com o valor da moeda virtual. Isso pode ser uma boa notícia para os investidores, pois novas pesquisas sugerem que o interesse em criptomoedas deve mais que dobrar no futuro próximo.

O mais recente relatório econômico do gigante bancário holandês ING revelou que menos de um em cada dez europeus possui criptomoedas, porém 16 por cento das pessoas esperam adquirir no futuro. Pesquisando cerca de 15.000 pessoas em 13 países, o banco holandês disse que o resultado reflete uma mudança gradual de atitude em relação às criptomoedas como bitcoin, ethereum e ripple.

Uma das descobertas mais surpreendentes da pesquisa foi que 15% dos entrevistados disseram que considerariam receber seus salários em bitcoin ou outras criptomoedas, apesar de sua notória volatilidade.

Gráfico mostrando a porcentagem daqueles que possuem criptomoedas versus a proporção de pessoas que pretendem possuir. Fonte: IGN

A publicação da pesquisa ocorre no momento em que o bitcoin encontra-se próximo do seu menor preço em 2018, tendo caído brevemente abaixo de US $ 6.000 no último domingo (24).

O Bitcoin, desde então, retornou acima de US $ 6.000, mas ainda permanece valendo em torno de 30% da alta máxima atingida no final do ano passado.

A última pesquisa do ING será bem recebida pelos investidores, especialmente aqueles que compraram bitcoins durante o enorme interesse na criptomoeda em dezembro de 2017.

Dos entrevistados, mais de um terço disse acreditar que a criptomoeda representaria o futuro dos gastos online, com uma parcela semelhante concordando também que é o futuro dos investimentos financeiros.

“Criptomoedas continuam a ser um investimento abstrato para muitos, mas pode haver mais apetite por moedas digitais do que alguns podem sugerir”, disse Jessica Exton, cientista comportamental do ING. Exton complementou:

Com base em nossa pesquisa, a posse de criptomoedas pode mais do que dobrar no futuro – embora não saibamos quando. […] A volatilidade da criptomoeda carrega consigo tanto positivos quanto negativos; no lado positivo pode aumentar a conscientização, mas também pode significar que as pessoas vêem o dinheiro digital como um ativo relativamente arriscado. Com a estabilização das criptomoedas, pode haver um aumento no interesse.

Segundo Teunis Brosens, economista dos mercados globais do ING, a criptomoeda é a mais promissora em países onde o sistema financeiro tradicional é menos eficiente:

Descobrimos que os holandeses, com um sistema de pagamento doméstico muito eficiente e barato, são mais céticos quanto ao futuro das moedas digitais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome