O portal de estatísticas de finanças pessoais Finder recentemente encomendou uma pesquisa com 2.001 adultos americanos para ajudar a mapear o cenário de criptomoedas nos EUA. Constatou-se que 7,95% da população investiu em pelo menos uma criptomoeda, deixando muito espaço para a adoção crescer entre a grande maioria dos americanos. E entre os 92,05% que não compraram nenhuma criptomoeda, 7,76% planejam comprar alguma no futuro.

Os Compradores de Bitcoin de Hoje Ainda São Pioneiros

Quanto às razões pelas quais as pessoas não investem em criptomoedas, 35,02% temem que o risco seja muito alto, 27,04% acham muito difícil de entender, 17,97% dizem que é uma farsa, 16,12% estão esperando a “bolha” estourar, 11,40% acham muito difícil de usar e, por último, 5,75% acham que há taxas demais. Cerca de 40,01% dizem que não estão interessados ​​ou acham que não há necessidade.

As três criptomoedas mais populares são o Bitcoin, com uma estimativa de 5,15% dos americanos pesquisados, possuindo em média US$ 3.453,89 no BTC; ethereum, com uma estimativa de 1,80% das pessoas que possuem em média US$ 1.243,42 investidos; e Bitcoin Cash com uma estimativa de 0,90% das pessoas que possuem em média US$ 636,22 em BCH.

Proporção de pessoas entre cada geração que compraram criptomoedas

Dados Demográficos dos Usuários de Criptomoedas

A pesquisa também encontrou uma grande lacuna de gênero na posse de criptomoedas, com cerca de 4,27% das mulheres dizendo que possuem criptomoedas, em comparação com 11,86% dos homens. E a quantidade média de Bitcoin comprada por mulheres é de apenas US$ 1.821,65, contra US$ 3.923,16 para homens. É provável que essa lacuna continue no futuro para aqueles que não possuem criptomoedas: 6,28% das mulheres e 9,47% dos homens pretendem comprar.

Os resultados também mostram uma diferença geracional distinta na propriedade das criptomoedas, com 17,21% da geração dos millennials tendo parte no jogo em comparação com apenas 8,75% da geração X e 2,24% dos baby boomers. E os millennials que não compraram criptomoedas são mais propensos a serem aqueles que acham o assunto complicado de entender ou muito difícil de usar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome