O mais notório denunciante do mundo entregou a documentação da Agência Nacional de Segurança (NSA) ao jornal The Intercept, revelando um programa secreto invasivo da agência para rastrear usuários de bitcoin usando ferramentas de espionagem. As implicações incluem o futuro da privacidade juntamente com a coleta de dados sem mandado judicial, como o que ocorreu no caso de Ross Ulbricht, criador do Silk Road.

Snowden revela como usuários de Bitcoin são rastreados pela NSA

O Secretário Interino para Assuntos Legislativos do Departamento de Segurança Interna (DHS) Brian de Vallance, em uma carta de novembro de 2013 ao Congresso, relatou que “com o advento das moedas virtuais e a facilidade com que as transações financeiras podem ser exploradas por organizações criminosas, o DHS reconhece a necessidade de uma postura agressiva em relação a essa tendência em evolução. ” Edward Snowden parece ter encontrado um tesouro de documentos secretamente classificados, da NSA, atestando essa“ postura agressiva”.

Tradução: “Analistas encontraram valor no MONKEYROCKET para rastrear usuários de Bitcoins (uma moeda digital decentralizada). […] S2F214 espera poder usar este acesso na sua missão de observar o crime organizado e alvos virtuais que usam a criptomoeda para lavagem de dinheiro. Essas atividades ilícitas oferecem o acesso à sistemas monetários internacionais, ao mesmo tempo em que oferecem um alto grau de anonimato.”

Curiosamente, os documentos que rastreiam os usuários de bitcoin têm como base o mesmo período de 2013. Eles detalham bitcoiners em todo o mundo sendo vigiados pela NSA sob a rubrica de combate ao terrorismo, e podem até ter começado a desempenhar um papel na investigação contra Ross Ulbricht e Silk Road.

Patrick Toomey, da American Civil Liberties Union, do seu National Security Project, explicou: “Se as investigações criminais do governo dependiam secretamente da espionagem da NSA, isso seria uma preocupação séria. Indivíduos que enfrentam processo criminal têm o direito de saber como o governo obteve as provas do crime, para que possam questionar se os métodos do governo eram lícitos. Esse é um princípio básico do devido processo. O governo não deveria esconder as verdadeiras fontes de provas no tribunal inventando uma fonte diferente ”.

Tráfego de Internet Global

Os leitores nos últimos anos foram lançados um pivô. Não é o aspecto monetário do bitcoin que deve ser admirado, mas sim a tecnologia blockchain ou alguma outra inovação relacionada. No entanto, desde o início, o bitcoin foi concebido para ser usado como dinheiro digital, uma forma direta de minar os governos e seu sistema bancário cartelizado. Nos relatos da imprensa popular, esse aspecto foi subestimado e quase esquecido. Até agora.
Parece que a NSA se concentrou no que é importante ou novo sobre o bitcoin, e não é blockchain. E desde as revelações iniciais de Snowden sobre os difundidos dados e programas da Agência, os entusiastas há muito suspeitavam que algo do tipo estava acontecendo na criptografia. Frases de documentos cheias de trechos como “ajuda a rastrear remetentes e receptores de Bitcoins” só alimentam as especulações.

“ODD recebeu feedback de S21 que o acesso está oferecendo a coleta sobre BITCOIN e LIBERTYRESERVE; 2 das 3 principais moedas virtuais que estão alvejando. Bitcoin é a prioridade #1, portanto o seu sistema está sendo intensamente usado para SIGDEV”

As informações coletadas não eram apenas sobre transações. Na verdade, “o rastreamento também pode envolver a coleta de detalhes íntimos dos computadores desses usuários. A NSA coletou algumas informações de senha dos usuários do Bitcoin, atividades na Internet e um tipo de número de identificação exclusivo do dispositivo conhecido como endereço MAC ”, explica Biddle. Um endereço MAC também é conhecido como endereço de controle de acesso à mídia, um identificador de hardware exclusivo. Uma analogia mais nítida seria comparar um MAC a um número de CPF que permanece com uma pessoa (dispositivo) por toda a sua vida.

Usuários de Bitcoin desavisados

Ainda mais, os documentos da NSA confirmam a facilidade com que a Agência poderia identificar os usuários em particular, “sugerindo que a NSA pode ter usado o sistema de pesquisa Xkeyscore, onde as informações do Bitcoin e a ampla gama de dados da NSA foram catalogadas, para melhorar suas informações em usuários Bitcoin. Um documento de referência da NSA indicou que a fonte de dados forneceu “dados do usuário, como informações de faturamento e endereços de Protocolo da Internet”. Com esse tipo de informação, colocar um nome a um determinado usuário do Bitcoin seria fácil “, detalhou o relatório. Xkeyscore (XKS) entrou na consciência popular através das primeiras revelações de Snowden. O XKS foi usado pela NSA globalmente, coletando dados da Internet diariamente e sendo compartilhado com a maioria das nações industrializadas de língua inglesa. Seu código fonte foi analisado publicamente na Alemanha durante o verão de 2014.

Como parte de um programa anti-terrorismo mais amplo, o MONKEYROCKET também foi usado para desenvolver um programa que garantiria o anonimato de usuários em países com tráfego online censurado, como a China e o Irã. A sua função é clara o bastante: “funcionava como um “honeypot” (isca), enganando os usuários do Bitcoin a usar uma ferramenta que eles acreditavam fornecer anonimato online, mas na verdade enviava os dados diretamente para a NSA”.

Enquanto as últimas notícias podem empurrar ainda mais os entusiastas para moedas que priorizem a privacidade, igualmente perturbadora, se não mais, é a suposição de que a NSA desempenhou um papel na acusação de Ross Ulbricht, agora cumprindo prisão perpétua sem a possibilidade de liberdade condicional e aguardando uma possível prorrogação da Suprema Corte. Se pudesse ser provado que uma entidade externa, como a NSA, usava meios antiéticos e ilegais para obter provas, então toda a acusação contra ele estará comprometida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome